Acarajé para Iansã

04 de Dezembro, dia de Santa Bárbara, dia de Iansã, Senhora da espada de fogo e das tempestades, dona das paixões.

Acarajé

ingredientes:

  • 500gr de feijão fradinho
  • 3 cebolas grandes
  • 1 litro de azeite de dendê
  • 500gr de Camarão fresco
  • 3 pimentas dedo de moça
  • 1 alguidar de barro
  • 1 garrafa de champagne branco
  • 1 maço de flores do campo amarelas

preparo:

Deixe o feijão Fradinho de molho por pelo menos 1h; depois triture-o em um pilão.
Vá adicionando a cebola cortada em pedaços (2 cebolas). Bata até formar uma massa firme.
Despeje numa tigela e bata a massa com uma colher de pau até formar bolhas.
Numa panela coloque o dendê e deixe esquentar bem, com a colher vá formando os bolinhos e fritando até dourar.
Recheio:
Em uma panela refogue a terceira cebola picada em dendê.
Acrescente os camarões, já limpos, ao refogado. Frite bem até dourar.
Acrescente por último as pimentas picadas.
Abra os acarajés (devem ser 07) e recheie com os camarões dispondo-os no alguidar.

 

468 ad

15 comments

  1. Bom dia. Sempre que ofereço acarajé para Iansã, eu encomendo numa baiana de acarajé de confiança. Ela faz um acará (acarajé) grande com 3 camarão com os olhos enfeitando o acarajé, ai eu coloco num aguidar, rego com mel ou azeite doce deixo nos pés de iansã e depois de 3 dias eu leanto e coloco num mato verde. Está correto? Se estiver errado me explique a melhor forma de oferecer. Obrigada.

    • Salve suas forças Rita

      O ideal seria você mesma fazer os acarajés, desde a compra dos ingredientes (leia mais aqui). Toda a sua manipulação (e vibração) ao fazer uma oferenda é extremamente importante pois você estará impregnando-a com sua energia, e esse é o principal “ingrediente”.

      Quando ao mel/azeite doce, pode até ser desde que você esteja querendo “acalmar” esta energia em você, porém o acarajé é frito no dendê, então se você for regar o normal seria com dendê mesmo.

      Fique na Paz de nosso Pai Oxalá

  2. depois eu despacho aonde

    • Salve suas forças Pedro.
      O ideal sempre é trabalhar junto a natureza.
      Pontos de força na natureza sempre vão favorecer muito nosso estado mental em momentos de contato com o astral.
      Mesmo para quem mora no centro da cidade, sempre há algum local de mata onde você pode ter a paz e tranquilidade para elevar sua vibração no momento de entregar sua oferenda, lembrando que esse (seu estado mental) é o ingrediente mais importante do processo (leia aqui). Além do mais, no “meio do mato” sua oferenda tem muito mais chance de ficar intocada por vários dias, talvez até servindo de alimento a algum animal (o que seria igualmente bom), enquanto que no meio da cidade, muito provavelmente receberá energias contrárias, de pessoas intolerantes com nossa religião.

      Fique na Paz de nosso Pai Oxalá

  3. marco kako /

    minha esposa faz entrega do acarajé para iansã no cruzeiro no cemitério esta errado.axé e obrigado

    • Salve suas forças Marco

      Aí depende…
      Se foi por instrução de uma entidade com algum motivo especifico, como p.ex. encaminhar um egum, não há o que questionar.
      Porém, se é para reforçar sua ligação com esta energia, o cemitério não é o melhor lugar. Embora Iansã lide com eguns, no cemitério existe muita energia negativa, tanto de espíritos desencarnados que ainda vagam na ignorância quanto de encarnados, que impregnam o lugar com tristeza.
      Nesse caso, muito melhor é trabalhar na natureza. Vocês são de São Paulo? Conhecem o Santuário da Umbanda? Lá, como exemplo, seria um lugar ideal.
      Fiquem na Paz de nosso Pai Oxalá

  4. Queria faze hoje deixa de baixo do tanque 7 dias sete bolinhos do jeito que ensina aí tudo bem feitinho no sétimo entrega na natureza isso no quintal da minha casa eu limpei tudo bonitinho ia por lá em baixo conversa com ela vo a praia e quando volta tira e errado ou posso fazê assim
    Boa tarde

    • Olá Viviane, Salve suas Forças

      1 – Por que em baixo do tanque?
      2 – Em 7 dias estará estragado…
      3 – O quintal da sua casa é a natureza?

  5. Boa tarde a entrega para minha mãe Yansã precisa ser um pé de bambuzal??? Obrigadaa

    • Olá Juliane, Salve suas Forças

      Não necessariamente em um bambuzal mas é muito bom que seja na natureza.
      Algum lugar afastado do movimento da cidade, um campo aberto ou mesmo ao pé de uma árvore, mas um local de paz e tranquilidade junto a natureza.

      Fique na Paz de nosso Pai Oxalá

  6. vera carvalho /

    eu queria saber o certo quanto acarejé é oferecido para Yansa o certo 9 ou 7.

    • Salve suas forças Vera

      Você é de Candomblé? Coloque 9. É o número sagrado de Iansã.
      Você é de Umbanda? Coloque 7. É o número sagrado que a Umbanda usa pra tudo.
      Mas o certo mesmo é você se orientar com o dirigente da casa onde trabalha.

      Fique na Paz de nosso Pai Oxalá

  7. Estive lendo os comentários acima e vou contar como eu preparo o acarajé de Iansa: bem amigos, eu sou Umbandista e moro no exterior há quase dez anos, estou sem nenhuma casa para frequentar aqui, entao tenho que me virar sozinha e praticar o que aprendi no Brasil e o que estudei por conta própria. Eu compro pelo eBay feijao fradinho ( no supermercado daqui é raro encontrar ), entao eu pego o pacote de 500g, abro e deixo numa vasilha de molho em água a noite toda, detalhe: só uso água de chuva, se estiver trovejando melhor ainda, é um presente dos deuses! observo a fase da lua também, ah eu reservo ainda uma copo de água de chuva ( filtrada ) e coloco numa tacinha com mel e um cristal dentro, finalizo com uma rosa em cima, e assim feito, no dia seguinte, de banho tomado, vou fazer as preces, firmo as velas do anjo da guarda e de Iansa, me visto de branco com lenco na cabeca, aí sim vou trabalhar: o feijao que ficou de véspera já está bem inchado, escorro toda água e entao eu pego grao por grao de feijao e vou tirando a pele, sai fácil, eu fico o tempo todo mentalizando o que eu quero pedir a Iansa, assim feito eu bato o feijao Sem pele no liquidificador com uma cebola inteira dentro, retiro e transfiro para uma vasilha, ali eu bato bastante com uma colher de pau até formar bolhas. Quando vou batendo vou conversando com Iansa, olha… fica lindo de ver Como aumenta de volume, assim cubro a vasilha com um pano só dela e deio descansar um tempo. Depois eu pego a vasilha com essa massa e tempero com sal, sendo que os 3 primeiros eu ofereco a Exu, colocco num pratinho pequeno e deixo na porta da entrada do meu comércio, bem no cantinho onde ninguém vê. Entao, continuo o trabalho e vou fritando a massa no dendê bem Quente, a casa fica toda enfeiticada com o cheiro do dendê, quando termino eu pego uma travessa feita de madeira e forro com alface, coloco bem no centro alguns morangos e depois vou intercalando os acarajés á volta, em círculo, fica lindo! a travessa fica parecendo uma mandala com os morangos no centro e a volta toda de acarajés. Eu espeto em cada bolinho uma moeda dourada, em geral de 1 €uro ( lavada antes ) e enfeito com folhas de louro e pequenas trufas/bombons em toda a volta ( uso número 9 ) assim feito eu canto para Iansa, ofereco um bom champanhe, rosas alaranjadas. Borrifo tudo com meu perfume pessoal e deixo num Lugar alto e em casa por 3 dias. Depois levo e entrego na natureza, eu tenho feito assim todos estes anos e sempre deu certo, tudo o que pedi Iansa me atendeu. Espero que nenhum sacerdote se ofenda com meu jeito de fazer, eu tenho muita fé na santa Bárbara, em Iansa, amo todos os Orixás! Abracos a todos.

  8. ola boa tarde preciso saber se posso fazer a obrigação no meu apartamento numa tarde e depois quando for no outro dia levar os acarajes para um park aonde tenha arvores? qua seria mais indicado porque moro em um apartamento e trabalho no próprio assim que tomaria 12 horas de repouso para mim minha casa e a obrigação de ora,que vc me aconselha pode ser despachado no outro dia

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Translate »