Select Page

Autor: Amleto

Hino aos Orixás com a Pureza das Crianças

Simplesmente Lindo! Grupo Musical Aruanã Penso no dia que logo vai nascer E o meu peito se enche de emoção A esperança invade o meu ser Eu sou feliz e gosto de viver Pela beleza dos raios da manhã Eu te saúdo Mamãe Iansã Pela grandeza das ondas do mar Me abençoe Mamãe Iemanjá A mata virgem tem seu semeador Ele é Oxossi Oke Oke Aro! Na cachoeira eu vou me refazer Nas águas claras de Oxum ai eio Se a injustiça faz guerra de poder Valha-me a espada de Ogum, Ogunhe Não há doença que venha me vencer...

Read More

Sete lágrimas de um Preto Velho

Num cantinho de um terreiro, sentado num banquinho, pitando o seu cachimbo, um triste preto-velho chorava. De seus olhos molhados, esquisitas lágrimas desciam-lhe pelas faces e não sei porque contei-as… Foram sete. Na incontida vontade de saber aproximei-me e o interroguei. Fala, meu preto-velho, diz ao teu filho por que externas assim uma tão visível dor? E ele, suavemente respondeu: Estás vendo esta multidão que entra e sai? As lágrimas contadas estão distribuídas a cada uma delas. A primeira, eu dei a estes indiferentes que aqui vem em busca de distração, para saírem ironizando aquilo que suas mentes ofuscadas...

Read More

Os irmãos de Obaluaê

Recentemente em Obaluaê a Luz da Kabbalah, estudamos e relacionamos o simbolismo da mitologia deste Orixá aos aspectos kármicos e estigmáticos de nossa reencarnação, nossa experiência na esfera de Malkuth onde nos submetemos à disciplina da matéria.  Mas esta esfera ainda nos reserva aspectos muito interessantes , que podemos aprender através de três outros Orixás: Ewá, Oxumarê e Ossain – os irmãos de Obaluaê. Ewá Também conhecida como Ìyá Wa é a divindade do rio Yewa. Assim como Yemanjá e Oxum, também é uma divindade feminina das águas e, as vezes, associada a fecundidade. Ewá é casta, a Senhora das possibilidades,...

Read More

Obaluaê a Luz da Kabbalah

O Orixá Obaluaê  (Rei Dono da Terra) ou Omulú (Filho do Senhor) são os nomes geralmente dados a Sànpònná (Xapanã), deus da varíola e das doenças contagiosas, cujo nome é perigoso ser pronunciado. Filho de Nanã Buruku e Oxalá, nasceu com o corpo coberto de chagas e foi abandonado por sua mãe na beira da praia. Nesse contratempo, um caranguejo provocou graves ferimentos na sua pele. Yemanjá encontrou aquela criança e criou-a com todo amor e carinho; com folhas de bananeira curou as suas feridas e pústulas e transformou-a num grande guerreiro e hábil caçador, que se cobria com...

Read More

Yemanjá a Luz da Kabbalah

O Orixá É a rainha de todas as águas do mundo, seja dos rios, seja do mar. O seu nome deriva da expressão YéYé Omó Ejá, que significa, mãe cujo filhos são peixes. Na África era cultuada pelos Egbá, nação Iorubá da região de Ifé e Ibadan onde se encontra o rio Yemojá. Esse povo transferiu-se para a região de Abeokutá, levando consigo os objetos sagrados da deusa, e foram depositados no rio Ogum, o qual, diga-se de passagem, não tem nada a ver com o Orixá Ogum, apesar de no Brasil Yemojá ser cultuada nas águas salgadas, a...

Read More

Translate

Categorias

Vale o Click

Pin It on Pinterest