O sexto chakra: Ajna

Através do sexto chakra ocorre a percepção consciente do ser.  É a sede das forças mentais mais elevadas, do discernimento intelectual, da memória e da vontade, e constitui a central de comando mais elevada do sistema nervoso central, no nível físico.

Sua cor natural é o índigo claro, mas também tons amarelos e violeta são reconhecíveis.  Essas cores mostram seus diversos modos de funcionamento em vários níveis de consciência.  O pensamento racional ou intelectual pode dar origem aqui a uma irradiação amarela.  Um azul médio indica intuição e processo de compreensão integralizados.  A percepção extra-sensorial é demonstrada pelo tom violeta.

Cada realização em nossa vida é antecedida por pensamentos e imaginações que podem ser alimentados por padrões emocionais inconscientes ou também pela compreensão da realidade.  Através do Terceiro Olho estamos ligados ao processo da manifestação por meio da força do pensamento.  Todo conhecimento que se manifesta na Criação está presente no ser puro de forma não manifestada, semelhante às informações contidas numa semente e da qual, em determinada ocasião, nasce a planta.  A física dos quanta denomina esse âmbito de campo unificado ou de região de menor estímulo da matéria.

O processo de criação tem início quando o ser, repousado em si mesmo, começa a ter consciência da sua própria existência.  Com isso, ocorre um primeiro relacionamento sujeito-objeto e, portanto, a primeira dualidade.  O ser sem forma assume um primeiro padrão manifesto de vibração.

Com base nessa vibração primitiva, através de posteriores processos de tomada de consciência, novos e diferenciados padrões de vibração são sempre provocados.  Nos seres humanos estão contidos todos os planos da Criação, desde o ser puro até a matéria condensada, representados pelos diferentes níveis de vibrações dos chakras.  Assim, o processo da manifestação também ocorre em nós e por meio de nós.

Uma vez que o Ajna é a sede de todos os processos de conscientização, recebemos aqui a faculdade de manifestar, indo até a materialização e desmaterialização.  Podemos criar novas realidades no plano físico e destruir antigas realidades.

Via de regra, esse processo ocorre de modo automático e sem qualquer empenho consciente da nossa parte.  A maioria dos pensamentos que determinam a nossa vida é guiada pelos nossos padrões emocionais não resolvidos e programada por conceitos e preconceitos próprios e de estranhos.  Desse modo, muitas vezes nossa mente não é o senhor mas o servo dos nossos pensamentos cheios de emoções que em parte podem nos dominar.

Mas também esses pensamentos se tornam reais na nossa vida, pois aquilo que percebemos e experimentamos exteriormente é, em última análise, sempre uma manifestação da nossa realidade subjetiva.

Com o desenvolvimento da consciência e com a crescente abertura do Terceiro Olho, podemos dirigir esse processo de forma cada vez mais consciente.  Nossa imaginação cria então a energia para a realização de uma idéia ou de um desejo.  Junto com o chakra Anahata aberto podemos agora também irradiar energias de cura e efetuar curas a distância.  Ao mesmo tempo, conseguimos acesso a todos os níveis da Criação que se encontram por trás da realidade física.  O conhecimento a esse respeito nos vem em forma de intuição, de clarividência e de clariaudiência.  Aquilo que antes talvez havíamos pressentido vagamente torna-se agora uma percepção clara.

Funcionamento harmônico

Existem, na nossa época, muito poucas pessoas cujo chakra Ajna está totalmente aberto, pois seu desabrochar é sempre acompanhado de um avançado desenvolvimento da consciência.  Todavia, encontramos aqui o fenômeno, ainda mais nitidamente expresso do que nos chakras já descritos, do funcionamento harmônico do sexto chakra, mesmo que ele ainda não esteja totalmente desenvolvido.  Isso é demonstrado através de um intelecto desperto e de destreza mental.  Uma pesquisa científica feita de modo integral tanto pode ser indício de um Terceiro Olho parcialmente aberto e de funcionamento harmônico quanto da compreensão de profundas verdades fisiológicas.

Talvez você também tenha uma bem desenvolvida habilidade de visualização e entenda muitos relacionamentos de modo intuitivo.  Sua mente está concentrada e ao mesmo tempo aberta para verdades místicas.  Reconhece cada vez mais que a aparência externa das coisas é relativa, um símbolo no qual se manifesta um princípio mental no plano material.  Seu pensamento é levado pelo idealismo e pela fantasia.  Talvez perceba também, de vez em quando, que seus pensamentos e sonhos se realizam espontaneamente.

Quanto mais seu chakra Ajna se desenvolver, tanto mais o seu pensamento estará assentado sobre uma compreensão direta e interior da realidade.  Cada vez mais pessoas estão começando a desenvolver parte das faculdades do sexto chakra, tais como a clarividência e a clariaudiência em determinados planos da existência, enquanto outras conseguem ter lampejos de outras dimensões da realidade, como por exemplo durante a meditação ou em sonhos.  O seu lado emocional refletirá em percepção em relação ao universo que o cerca, entendimento do próprio caminho, percepção, intuição, fé e devoção, carisma, magnetismo, força, sabedoria, capacidade de concentrar-se e foco no objetivo.

Funcionamento desarmônico

O resultado mais comum do funcionamento desarmonioso, nesse caso, é a “rigidez mental”.  Você é uma pessoa que vive quase que exclusivamente através do intelecto e da razão.  Ao tentar resolver tudo pelo intelecto, faz valer apenas as verdades que o seu pensamento racional lhe transmite.  Suas capacidades intelectuais são possivelmente bastante desenvolvidas, e tem o dom de analisar nitidamente; contudo, falta-lhe a visão unificada e a habilidade da integração num grande conjunto cósmico.

Assim, ocorre facilmente certa arrogância intelectual.  Você deixa apenas prevalecer aquilo que é compreensível para o intelecto e que pode ser aprovado e confirmado através de métodos científicos.  O conhecimento espiritual é rejeitado como irreal e contrário às leis científicas.

Também a tentativa de influenciar pessoas ou objetos através da força do pensamento, a fim de demonstrar o próprio poder ou para satisfazer necessidades pessoais, enquadra-se no âmbito do funcionamento desarmônico do Terceiro Olho.  Aqui, via de regra, O chakra Manipura está simultaneamente perturbado e os chakras Anahata e Sahasrara são pouco desenvolvidos.  Quando o Terceiro Olho, apesar de alguns bloqueios, estiver relativamente bem aberto, essas tentativas poderão ser bem sucedidas, embora não estejam em concordância com o fluxo natural da vida.  Ocorre uma sensação de isolamento, e a satisfação desejada não é atingida.

Um outro efeito de energias mal dirigidas no sexto chakra ocorre quando o chakra Muladhara, e com isso o “fio terra” está perturbado, e quando também os demais chakras estiverem bloqueados no seu funcionamento harmônico.  Poderá então acontecer que, embora tenha acesso aos níveis mais sutis da percepção, você não reconheça as imagens e informações recebidas com o seu verdadeiro significado.  Elas se misturam a seus sonhos e fantasias, originárias dos seus padrões emocionais não trabalhados.  Essas imagens expressas subjetivamente poderão então se tornar tão dominantes a ponto de você considerá-las como a única verdade, de projetá-las no mundo exterior e de perder o fio da realidade.

No seu lado emocional você poderá experimentar desconcentração, dogmatismo, ver a vida com limitação, arrogância, medo, perda da fé e sedução, delírios, egoísmo, obsessão, teimosia e apego a crenças impostas pela sociedade.  Já no lado físico, rinites, problemas de ouvido, de olhos, surdez, tontura, enxaqueca, cansaço e confusão mental.


ouça o mantra (OM)

Veja também:

Chakras

MuladharaSvadhisthanaManipuraAnahataVishuddhaAjnaSahasrara

O Chakra Umeral

———————————————————————————————————————————–

fontes:

livro: Chakras – Mandalas de Vitalidade e PoderShalila Sharamon / Bodo J. Baginski (Ed. Pensamento)

site: Espiritualismo / Beraldo Lopes Figueiredo

468 ad

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Translate »