Oferendas a Oxalá

A vibração de Oxalá é a detentora da Luz Espiritual que ilumina toda a Corrente Astral de Umbanda. Reflete à toda a coletividade do Movimento Umbandista a Luz da Divindade, através de suas Entidades atuantes, que nas raras vezes em que se apresenteam através da mediunidade trazem mensagens edificantes e elevadas, visando elevar os Filhos de Fé do Movimento Umbandista.

Canjica para Oxalufã

ingredientes:

  • 500gr de canjica branca
  • mel puro
  • 1 tigela de louça branca
  • 1 quartinha de louça branca
  • 1 garrafa de água mineral
  • algodão

preparo:

Cozinhe a canjica em água, coloque numa tigela branca, regue com mel em uma espiral de dentro para fora; cubra com o algodão por inteiro.

Bolinhos de Inhame para Oxaguiã

ingredientes:

  • 1 Kg de Inhame
  • Farinha de mandioca grossa crua
  • Mel puro
  • alguidar
  • quartinha de barro
  • 1 garrafa de água mineral

preparo:

Asse os inhames até ficarem bem macios.
Ainda quentes, retire as cascas, lave-os e amasse bem, até formar uma massa uniforme.
Forme com as mãos 07 bolinhos bem redondos e iguais com a massa de inhame, e reserve.
Coloque a farinha de mandioca no alguidar, vá acrescentando mel e mexendo com as mãos até formar uma farofa doce homogênea.
Coloque os bolinhos sobre a farofa doce e regue-os com mel.

 

468 ad

11 comments

  1. PAI ROBERTO DE OXALUFAN /

    adorei as difgas de vcs um forte \abraço ass;pai roberto de oxalufán

  2. Ede Lincon Teixeira Mendes /

    Obrigado pelo seu ensinamento de oferenda para Oxalá que vai me ajudar muito.

  3. Lendenberg /

    Qual o intuito de se colocar o algodão e o mel

    • Olá Lendenberg, Salve suas Forças

      Boa pergunta

      Quanto ao algodão, além de ser uma planta própria de Oxalá, há outro aspecto bem interessante. Através do sincretismo com os santos católicos e a conseqüente associação de Oxalá a Jesus Cristo, muitas pessoas gostam, por conseqüência, de ligar a figura de Oxalá as nuvens, simbolizando assim sua morada (Orum) como o céu católico de Jesus, cobrindo a canjica com algodão bem fofo, representando as nuvens. Isso de forma alguma é ruim pois ajuda na ativação da componente emocional de quem está fazendo a oferenda, fator imprescindível para o contato com o astral. É mais ou menos a mesma coisa de quando você vê gente fazendo um “cavalinho” espetando palitos num inhame para Ogum. Todo artifício que ajude a alimentar essa componente emocional em nós é valido. Na verdade, todo tipo de ritual tem este fim. Você pode ler mais sobre isso aqui:
      https://www.paijoaquim.com.br/oxum-a-luz-da-cabala/

      O mel também tem motivos simbólicos e práticos na oferenda. Em sua composição química, o mel tem cerca de 80% de açúcar e 17 a 22% de umidade, características que inibem a proliferação dos micróbios que causam sua deterioração, além disso contém peróxido de hidrogênio, conhecido popularmente como água oxigenada, capaz de proteger o produto contra a decomposição bacteriana. Essas características, em uma aplicação prática, ajudam a proteger a oferenda contra deterioração por mais tempo (usa-se mel não apenas para Oxalá mas para vários Orixás), porém, de uma forma simbólica, também representa a pureza incorruptível do Orixá. Em uma visão mais transcendental vai simbolizar a nossa união, nossa afinidade com o astral que queremos contatar, de forma pura e desinteressada.

      Fique na Paz de nosso Pai Oxalá

  4. guilherme /

    belo agrado ja fiz muito e toda vez que me sinto mal eu faço .eu agora faço pouco diferente na tigela eu forro com folhas de uva deixando passar para fora coloco a canjica e por cima um caixo de uva verde e rego com mel onde eu vou colocar o agrado eu forro com pano branco e coloco folhas de uva para enfeitando . agua mineral normal na quartinha uma vela 7 dias , eu ja nao gosto de deixar 3 dias eu faço deixo um dia somente e no outro já mando embora.esse o único agrado que faço em casa

  5. guilherme /

    poderia ter nessa parte de resposta algo em que poderíamos enviar fotos isso ate mesmo para questões de trocamos ideias sobre as formar de trabalhar de cada um .

  6. Paulo Rodrigues /

    ótimas orientações , parabéns.

  7. Daniel Fernandes /

    Eu sou filho de Oxalufã, mas carrego Oxóssi como meu 3° santo… Sendo assim eu ainda poderia utilizar o mel na comida do meu Oxalufã? Ou substituiria por outra coisa pelo fato do mel ser quizila de Oxóssi?

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Translate »