Os três caminhos

Texto muito feliz de Eduardo Parra no livro A Filosofia Oculta nas Religiões.

 

A milênios o homem busca a felicidade, a paz da consciência, na realização espiritual por caminhos diversos, e de todas essas sendas em geral podemos distinguir três grandes grupos que, comentaremos a seguir:

Pensadores como o iluminado Sidarta Gautama ( Buda ), constataram que o homem só se liberta por esforço e mérito próprio ou seja, o homem é seu único salvador e redentor, e considero que essa idéia seja verdadeira pois, somos individualidades, com um certo livre arbítrio e devemos procurar nos aprimorar e nos desviar das ilusões do mundo, que nos conduzem a ruína certa.

Devotos como os cristãos, os seguidores de Krishna, etc; descobriram que se nos focalizarmos em um ser espiritual superior, imitando seus atos e seguindo seu caminho, podemos nos libertar por meio dessa devoção a divindade cultuada. Nós que temos Jesus Cristo como nosso Deus planetário, consideramos esse um bom  caminho, principalmente quando o devoto consegue imitar o amor dos iluminados mestres para com a humanidade.

Obreiros como os homens de ação das obras sociais, das casas de caridade, creches e movimentos ecológicos e humanitários, perceberam que quando ajudamos nossos irmãos e quando preservamos a vida, sentimos a grande harmonia e alegria de poder servir, a alegria de poder doar, algo enfim sublime. E obviamente nós consideramos esse caminho abnegado como de muita nobreza espiritual.

Enfim, buscando todos esses caminhos, constatamos que todos esses irmãos trabalhadores de devoção e de conhecimento, estão certos e trilham o melhor caminho para eles nesse momento de suas existências ! E como nossa intenção é a de síntese, cremos que melhor ainda do que seguir um desses caminhos, é procurar  transcender as limitações do partidarismo, e vivenciar esses três caminhos unos: com ação e obras positivas,  devoção e amor universal, e conhecimento para alçarmos os patamares superiores da sabedoria.

468 ad

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Translate »