oxala

Santuário Nacional da Umbanda

O maior dos orixás. Seu poder não tem lugar para se manifestar. Todos os lugares são seus. Se vamos ao mar ou aos campos, às matas, às pedreiras ou às cachoeiras, lá está Oxalá, reinando acima de tudo e de todos.

A vibração de Oxalá é a detentora da Luz Espiritual que ilumina toda a Corrente Astral de Umbanda. Reflete a toda a coletividade do Movimento Umbandista a Luz da Divindade, através de suas Entidades atuantes, que nas raras vezes em que se apresenteam através da mediunidade trazem mensagens edificantes e elevadas, visando elevar os Filhos de Fé do Movimento Umbandista.

Sua principal frente de trabalho é a Reascenção da Humanidade. Também opera dissipando as correntes deletérias que se formam no planeta, manipulando as energias solares em benefício da manutenção da vida.

Os 7 Caboclos Principais Representantes da linha de Oxalá

— Caboclo URUBATÃO DA GUIA

— Caboclo GUARACY

— Caboclo GUARANY

— Caboclo AYMORÉ

— Caboclo TUPY

— Caboclo UBIRATAN

— Caboclo UBIRAJARA

No Candomblé

Lembá, Kassulembá, Lambaranganga, Lembadilè, Oulissa, Oulisasa, Obatalá, Orìsànlá, Orixalá muitos são seus nomes, cuja variação se dá em virtude da região na África que é conhecido. É constante sua posição única de “pai” dos Orixás, mais importante e elevado Deus iorubá, o primeiro criado por Olodumaré ( O Deus supremo), é um orixá funfún (do branco). QUALIDADES:

OXALÁ : Oxalá (o Sol);

Oxaguian (o nascer do Sol);

Oxanyin (Oxalá moço);

Oxadinhan (Oxalá moço);

Oxagiriyan (Oxalá feminino);

Oulissa (Oxalá no gege);

Oxalufã (Oxalá velho);

Oxá Olokun (Oxalá do Mar);

Orixalá (Oxalá do meio dia);

Obi-am (esposa de Orixalá);

Orixá Okô (Oxalá da agricultura);

Obá-okê – (Oxalá da montanha);

Ora Minhan (filho de Odudua e Obatalá);

Orixanlá (rei dos Orixás);

Ifá (o Espírito Santo);

Canaburá (o nascer do dia),

Obatalá, Odudua, Okin, Lulu, Ko, Oluiá Babá Roko, Babá Epe, Babá Lejugba, Akanjapriku, Ifuru, Kere, Babá Igbo, Ajaguna.

Muitas são sua lendas e extensa é sua origem e história na África, matéria destinada aos estudiosos e mais aprofundados na religião Sendo os mais cultuados no Brasil, Oxalufã “o velho” que dança encurvado, segurando o cajado prateado chamado Paxorô de forte simbologia, utilizado para separação do Orun(Céu) e o Ayié(Terra) e Oxaguiã “o moço” que apresenta-se como um guerreiro dançando com uma espada e um pilão.

Oxaguiã

Oxaguiã, também conhecido como Ajagunã, é o conflito que antecede a paz; a revolução que antecede as transformações profundas; a instabilidade necessária ao dinamismo da vida e da sociedade e a busca do conhecimento. Por isso é compreendido como Oxalá moço, enquanto a paz, a tranqüilidade, a estabilidade, a sabedoria são compreendidos como Oxalá velho, Oxalufã. Ele é também guerreiro, e sente prazer em destruir para que o novo se estabeleça.

Oxalufã

Oxalufã é o princípio da criação, o vazio, o branco, a luz, o espaço onde tudo pode ser criado, e também a paz, a harmonia, a sabedoria que vem depois do conflito (Oxaguiã). O fim do círculo e o recomeço. Oxalufã é o compasso da terra, Odudua. Caminha apoiado em seu cajado cerimonial, que é o também o símbolo da ligação que ele estabeleceu entre o Orun (o céu) e o Ayê (a terra). O grande pai Iorubá, considerado a bondade masculina.

Características dos filhos de OXALUFÃ

Os filhos de Oxalá são pessoas muito tranqüilas, com tendência à calma, inclusive nos momentos mais difíceis. São amáveis e prestativos, mas nunca subservientes, pois não se rebaixam a ninguém. Sabem argumentar muito bem, convencendo qualquer pessoa de suas intenções. Adoram limpeza e organização, sendo perfeccionistas em tudo que fazem, às vezes chegando ao exagero. Exigem, com veemência, a mesma postura das pessoas que o cercam. Geralmente essas pessoas aparentam mais idade do que realmente têm, devido ao seu amadurecimento precoce. Usam o raciocínio para resolver seus problemas, sendo esse o seu ponto forte, por isso, não são dados a explosões emocionais.

Não gostam de mudanças, preferindo a rotina de uma vida tranqüila do que uma aventura sem garantias. São lentos em suas decisões, pensando muito antes de agirem. Mas, quando tomam uma decisão, são persistentes e perseverantes. São muito reservados em seus sentimentos e raramente orgulhosos. Sendo geralmente comunicativos e carismáticos, atraem muitos admiradores e amigos, que se sentem protegidos ao seu lado. Gostam de canalizar tudo em volta de si, como um grande pai. Dificilmente, um filho de Oxalá deixa sem auxílio uma pessoa conhecida. Nessas atitudes de solidariedade, eles assumem alguns riscos, e, não raras vezes, acabam prejudicados. Confiam demasiadamente nas pessoas, sempre vendo seu lado positivo, por isso correm um sério risco de serem enganados. Seu maior defeito é a teimosia, principalmente quando têm certeza de suas convicções.

Adoram assuntos polêmicos, expondo seus pontos de vista a quem quer que seja. Um outro aspecto negativo na personalidade dessas pessoas é fugir de determinados problemas, deixando as coisas chegarem a um limite insuportável. Todos os filhos de Oxalá apresentam um porte majestoso ou, no mínimo, digno.

Características dos filhos de OXAGUIÃ

Os filhos de Oxanguiã, ao contrário de Oxalufã, são muito nervosos, chegando ao extremo da irritação, mesmo sem ser provocados. Isso geralmente acontece quando sua própria vida não anda bem.

São inquietos e arredios. Emocionalmente, são muito inocentes e facilmente manipulados pelo sexo oposto. Precisam de companheiras que lhes digam o que fazer em determinadas situações da vida. São muito dependentes e carentes, exigindo muita atenção.

O semblante dos filhos de Oxanguian é muito jovem, dificilmente lhe revelando a idade. Quando estão felizes, são alegres e divertidos, procurando agradar a todos que o cercam. Não são nada reservados, contando fatos de sua vida e, até mesmo, algumas intimidades, para qualquer pessoa.

Os filhos de Oxanguian têm muita sorte, pois dificilmente alguém não lhes estende a mão quando estão necessitados. Geralmente, possuem muita fortuna e sabem o que fazer para conquistá-la.

Adoram pensar e refletir bastante, antes de se arriscarem em alguma nova experiência. São excelentes estrategistas. Para eles não existe meio termo.

Saudação: Êpa Babá Oxalá
Ponto de Força: Colina descampada
Sincretismo: Jesus Cristo
Data Comemorativa: 25 de Dezembro
Dia da Semana: Sexta-feira
Cor de vela: Branca
Colar de contas: Cristalino (transparente) ou branco
Ervas: Boldo, Colônia, Folha da Costa
Flores: Lírio Branco
Oferenda: Canjica branca
Bebida: Água